O PODER DA IMAGEM PESSOAL

O PODER DA IMAGEM PESSOAL

Você nunca terá uma segunda chance de causar uma primeira impressão” 

 

Essa frase abre o meu material de trabalho com um cliente e você já deve estar cansado de me ouvir dizer que as roupas falam. Por isso, hoje, vamos entender melhor como isso é possível e como podemos usar isso a nosso favor.

A maneira como nos vestimos, pode dizer muito mais sobre nós do que imaginamos ou gostaríamos. Sem dizer uma palavra, as roupas e acessórios contam histórias, dizem quem somos e onde queremos chegar. A roupa pode ser uma grande aliada na conquista sucesso pessoal, social e profissional, mas também pode levar à danos irremediáveis.

Nossa imagem pessoal é formada por três elementos básicos: a aparência, o comportamento e a comunicação e nosso interlocutor, com base nesses elementos, é capaz de nos atribuir um estereótipo logo nos primeiros 10 segundos de interação, mesmo sem dizer uma só palavra. E aí vem a importância de passar uma imagem sempre positiva e adequada em cada situação.

É comum vermos por aí pessoas bem-sucedidas profissionalmente com problemas de relacionamento, chefes que não conseguem imprimir liderança, mulheres competentes que deixam de assumir cargos importantes porque parecem delicadas e frágeis ou porque são sensuais demais. E a resposta pode estar no vestir e na forma com que você cuida das sua aparência. Por exemplo: um estilo muito romântico, com florais e babados, sapatos de bico redondo, pode aparentar fragilidade, assim como cabelos presos sem franja ou homens que usam o cabelo penteado para trás com gel, geralmente aparentam poder.

Muito além da moda e de marcas, o primeiro aspecto observado é o de sermos ou não asseados. Roupas puídas ou com mal odor e sapatos mal cuidados deixam claro que podemos não prestar atenção à nossa higiene e cuidados diários. Outro aspecto relevante é estarmos vestidos sempre de acordo com o “protocolo” pedido para o local/ocasião e aqui entra o ambiente de trabalho, pois essas “regrinhas” foram criadas para minimizar as diferenças e suscetibilidade entre os presentes afim de garantir homogeneidade no ambiente. Justo ou injusto sugerir um código de vestimenta em nossos tempos modernos, é fato que eles existem e são amplamente usados por empresas e ocasiões formais. Na dúvida, opte pela sobriedade, que não tem erro.

Ainda podemos citar a questão da autoestima, que quando não está lá aquelas coisas, afundamos mais ainda procurando por roupas folgadas e largas (o famoso moletom velho e companheiro) para nos sentirmos como se estivéssemos no sofá e é exatamente assim que você será visto.

Mas então, como passar a imagem ideal? Existe um mapa ou modelo? Não! A imagem não é engessada, ela é dinâmica e muda todos os dias no momento das suas escolhas. O mais importante é que ela mostre a mensagem que você deseja sendo coerente com quem você realmente é e com seu estilo de vida.

Para ajudar, você pode começar pelo cuidado com suas roupas e acessórios, manter tudo limpo, arejado, bem passado, sem costuras soltas ou botões faltando. Depois, pare de pegar a primeira roupa e sair andando; se programe, se prepare e dedique um tempo por semana para pensar nas suas produções. Não tenha medo do espelho e siga sua intuição. Acha que exagerou nos detalhes? Vá para o espelho, se olhe nos olhos e enquanto isso, veja se algum elemento salta à sua visão periférica; se saltar, pode tirar porque está demais.

E por último, podemos sempre usar os elementos de design a nosso favor para garantir que nossas roupas e aparência não sejam fofoqueiras e digam por aí o que não queremos, não é mesmo? E lembre-se que estes elementos funcionam para vestuário, acessórios (óculos, sapatos, bolsas, relógios, jóias e bijouterias), cabelo e sobrancelhas.

Quadro: truques usando elementos de design para aperfeiçoar a imagem

 

As fotos abaixo são do stylist russo Konstantin Bogomolov, que a partir da profissão e personalidade de cada mulher, usou de sua psicologia para construir uma nova imagem, mais coerente com cada uma delas. Segundo Bogomolov, existe uma rainha em toda mulher comum.

 

Konstantin Bogomolov, “Transfiguração da imagem e estilo”

Konstantin Bogomolov, “Transfiguração da imagem e estilo”

Konstantin Bogomolov, “Transfiguração da imagem e estilo”

Para os homens, veja abaixo como mudanças simples no vestir e no corte de cabelo podem resultar em uma imagem muito mais refinada e elegante. 

 

 

No Comments

Post A Comment

Top