DA MEDIDA CERTA AO CAIMENTO PERFEITO

DA MEDIDA CERTA AO CAIMENTO PERFEITO

Você já deve saber que imagem pessoal é tudo e que nossas roupas falam por nós em muitas situações, não é mesmo? Pois agora, vamos falar dos detalhes. Aqueles que podem arruinar qualquer produção, que roupa cara nenhuma pode dar jeito: as proporções para um caimento perfeito.

Para te ajudar a encontrar peças que caiam como uma luva para seu corpo, separei algumas dicas que vão além das tendências de moda; elas são a garantia de elegância e imagem correta por mais simples que seja sua roupa.

Dica #1:

Tenha uma costureira para chamar de sua! Eu sei que talvez essa seja a dica mais difícil, pois costureiras são raras hoje em dia, mas se você tem uma, trate ela com muito carinho e se não tem, corra para os classificados, pois é ela que conseguirá operar milagres nas suas roupas, que vão desde ajustes, à remodelagem e customização.

 

Dica #2:

Atenção à parte mais ampla do seu corpo. Seja os seios, os ombros, barriga ou quadril, as roupas devem servir perfeitamente nelas, nada de ficar muito justo ou muito largo. Por exemplo, para as partes de baixo, é importante que sirva adequadamente no bumbum e quadril (entenda isso como no máximo um dedinho de folga), depois o cós e comprimento podem ser ajustados pela sua costureira. Já para camisas, jaquetas e casacos é imprescindível que sirva nos ombros. A costura deve estar exatamente sobre a caída dos ombros e a cava também deve ter o corte correto. Um bom exercício é a clássica cruzada de braços na frente do corpo, na qual você não deve se sentir “amarrada” ou com as costas repuxando. Outro ponto importante a ser analisado, é que os botões devem poder fechar, sem que se formem aquelas aberturas que deixam a pele à mostra. Para quem tem seios volumosos e gosta de camisas mais justas ou acinturadas, minha sugestão é escolher um modelo que acomode adequadamente o busto e depois, a costureira pode ajustar e acinturar de acordo com seu corpo.

 


Dica #3:

Fique atenta aos pequenos detalhes, como por exemplo: forro nunca deve aparecer, listras devem “casar” nas costuras, aliás importantíssimo que as costuras sejam todas retas e alinhadas. Os vestidos devem tem um comprimento mínimo que garanta que você possa levantar os braços sem mostrar demais. As mangas das camisas, tanto femininas, quanto masculinas, devem terminar um dedinho abaixo do ossinho do punho, para que quando o braço estiver dobrado, elas terminem exatamente sobre esse ossinho. Outro detalhezinho importante, principalmente para os homens, é o colarinho das camisas, por mais que na maioria das vezes ele seja usado aberto, deve ser possível fechá-lo sem que haja sensação incômoda de estar sendo enforcado. No caso dos ternos, as mangas devem deixar 1 cm da camisa aparente e para aqueles que gostam de usar camisa por fora da calça ou bermuda, o comprimento ideal é ligeiramente acima do final do gancho da calça, que é aquela costura arredondada que cobre o zíper. Por último, o comprimento ideal para calças masculinas ou calças tipo flare femininas, é também um dedinho do chão, calçando os sapatos que se deseja usar com a calça.

Dica #4:

Proporção é tudo! Afinal ninguém quer parecer o que não é. Primeiro, use a roupa no tamanho certo, nem menor, nem maior. Depois, é importante prestar a atenção, além do tamanho e comprimento, nas estampas, tecidos e cores que usamos. Pessoas pequenas, tendem a estampas pequenas; já pessoas altas ou plus size ficam bem com estampas médias e grandes.

Estampas de fundo claro, criam uma ilusão de ótica que aumenta a silhueta, já estampas com fundo escuro, diminuem. Listras verticais alongam, enquanto que listras horizontais, xadrez e estampas de animais tendem a aumentar. Tecidos grossos e encorpados aumentam o peso visual, já tecidos fluidos ou com caimento, ajudam a reduzir esse peso. Texturas diferentes e brilho tendem a aumentar a silhueta, assim como cores fortes e intensas. Já cores neutras, escuras ou mais opacas, tendem a reduzir a silhueta.

Dica #5:

Não economize tempo na hora de escolher sua roupa íntima! A roupa íntima errada pode levar você da glória ao chão em segundos pois elas interferem muito no caimento das suas roupas. Para as mulheres, é importante escolher o modelo e tamanho certo de sutiã para seu tipo de busto, afinal não pode faltar nem sobrar tecido. Outro ponto importante é que as alças e tiras laterais (isso serve também para calcinha) não devem marcar o corpo, pois isso faz surgir gordurinhas indesejadas até nas mais magras e não é elegante tê-las aparecendo através das roupas. Fique atenta a alguns tipos de vestido que podem ter um caimento melhor se combinados com o uso de cintas. Para os homens, o mais importante é que a roupa íntima nunca esteja aparente nem marque a roupa. Conforto é tudo, mas elegância nunca é demais.

Pronto, agora com essas dicas básicas você está pronta ou pronto para suas próximas compras ou pode ser útil até mesmo para fazer aquela faxina no guarda-roupas. O que acha?

No Comments

Post A Comment

Top